Paroquia São José – Rib Pires

CNBB lança terceira edição típica do Missal Romano

Foi lançada na reunião do Conselho Episcopal Pastoral (Consep) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), na terça-feira, 19 de setembro, a tradução brasileira da terceira edição típica do Missal Romano, segundo livro litúrgico mais importante na liturgia da Igreja depois do Evangeliário. O lançamento foi transmitido pela Rede de Vida de televisão e redes sociais da CNBB e Edições CNBB.

Organizada pela Assessoria de Comunicação, Edições CNBB e Comissão Episcopal para a Liturgia, a cerimônia contou com a participação do Núncio Apostólico do Brasil, dom Giambattista Diquattro, do arcebispo de Porto Alegre e presidente da CNBB, dom Jaime Spengler, do bispo auxiliar de Brasília, secretário-geral e presidente da Edições CNBB, dom Ricardo Hoepers e do presidente da Comissão Episcopal para a Liturgia da CNBB, o bispo de Bonfim (BA), dom Hernaldo Pinto Farias.

O presidente da CNBB definiu o lançamento da terceira edição típica do Missal Romano como um “marco histórico” da caminhada da Conferência dos bispos e da Igreja no Brasil. “Devemos e precisamos reconhecer o imenso trabalho desenvolvido ao longo de quase duas décadas para que esta nova tradução do Missal se tornasse realidade”, disse.

O presidente da CNBB agradeceu o trabalho da Comissão de Tradução dos Textos Litúrgicos (Cetel), com destaque ao arcebispo emérito de Mariana (MG), dom Geraldo Lyrio, falecido dia 26 de julho deste ano. Agradeceu também o empenho da equipe da Edições CNBB na cuidadosa edição da publicação. “A Igreja que reza, a Igreja orante se inspira no passado, se expressa no presente e olha para o futuro. A liturgia antes de um raciocinar é um ser, antes de um fazer é um crer e viver”, disse.

Percurso da reforma conciliar

O Núncio Apostólico do Brasil, dom Giambattista Diquattro, enalteceu o fato de a CNBB lançar a tradução da terceira edição típica do Missal após os 50 anos da primeira publicação do Missal Romano por Paulo VI.

O representante do Papa Francisco destacou que o resultado do trabalho reflete a orientação traçada pelo Concílio Vaticano II sem deixar de respeitar a tradição e o legítimo progresso nos livros litúrgicos. “Esta edição representa, portanto, a última etapa no caminho da Igreja fiel ao percurso traçado pela reforma conciliar”, disse.

Durante a cerimônia, foi apresentado, em um vídeo, o passo a passo da tradução, processo que levou 19 anos de trabalho. A jornada começou após a promulgação, em 2002, pelo Papa João Paulo II, da nova edição típica. Desde então, foram anos de intenso trabalho de tradução, revisão e aprovação do conteúdo do Missal, coordenados pela Comissão Episcopal para os Textos Litúrgicos (Cetel). A terceira edição típica do Missal Romano foi aprovada pelos bispos na 59ª Assembleia Geral da CNBB e encaminhada ao Dicastério para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos em dezembro de 2022. A confirmação da Santa Sé foi publicada no dia 17 de março deste ano.

Beleza da liturgia e dos ritos da Igreja Católica

O presidente da Comissão Episcopal para a Liturgia da CNBB, o bispo de Bonfim (BA), dom Hernaldo Pinto Farias fez referência aos colaboradores e peritos da tradução, fruto de um trabalho que definiu como verdadeiramente sinodal. “Foi muito importante a revisão da tradução do missal para fazer aparecer na liturgia a riqueza teológico-litúrgica. Neste Missal, encontraremos o que é a celebração eucarística, sacramento maior da vida da Igreja”, disse.

O bispo, que também foi membro da Cetel, disse que a tradução respeitou a tradição cristã da Igreja uma vez que cuidou de textos das orações que são do primeiro século da Era Cristã e carregam uma teologia da Eucarístia e também uma atitude de obediência à Igreja, o que requer uma formação litúrgica para superar intervenções arbitrárias que podem ser cometidas na liturgia.

“Esse Missal, portanto, é fruto das decisões do Concílio Vaticano II sob as autoridades dos Papa Paulo VI e João Paulo II. É a única Lex Orandi do Rito Romano. Devemos tocá-lo, meditá-lo e assimilá-lo para não ficarmos apenas atentos às novidades e mudanças, mas sobretudo para saborearmos a beleza da liturgia e recuperarmos nosso encanto para com os ritos da Igreja Católica”, disse.

O secretário-geral e presidente da Edições CNBB, dom Ricardo Hoepers, apresentou durante a cerimônia dados mais técnicos e curiosidades sobre a edição do Missal Romano à qual classificou como “primorosa”.  Dom Ricardo enfatizou ainda a estratégia e o processo logístico pensando para fazer o missal chegar a todas as dioceses do Brasil até o dia 3 de dezembro, primeiro domingo do Advento, prazo estabelecido para que todas as comunidades católicas celebrem unidas a partir desta terceira edição do Missal Romano.

Reunião do Consep

A reunião do Conselho Episcopal Pastoral (Consep) acontece na sede da CNBB, dias 19 e 20, com a seguinte pauta: 3ª Edição Típica do Missal Romano, Campanha da Fraternidade 2025, convênios com Timor-Leste e Moçambique, Mês da Bíblia (2023 e 2024) – Carta aos Efésios, Comissão para o Jubileu da Esperança, Igreja Sinodal e Sínodo – outubro de 2023 e 2024, Instituto Nacional de Pastoral Padre Alberto Antoniazzi e comunicações das Comissões Episcopais e articulação Pastoral da Moradia e Favela.

Matérial retirada do site da CNBB – Acesse aqui a matéria original | Fotos: Luiz Lopes – Ascom CNBB.

Veja mais

Uma celebração emocionante marca o início de uma nova jornada espiritual na...
Uma celebração emocionante marca o início de uma nova jornada espiritual na comunidade. No dia seis de janeiro de dois mil e vinte quatro, a Paróquia São José em Ribeirão Pires viveu um momento de renovação e esperança com a posse do seu novo pároco,...
Foi lançada na reunião do Conselho Episcopal Pastoral (Consep) da Conferência Nacional...
Foi lançada na reunião do Conselho Episcopal Pastoral (Consep) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), na terça-feira, 19 de setembro, a tradução brasileira da terceira edição típica do Missal Romano, segundo livro litúrgico mais importante na liturgia da Igreja depois do Evangeliário. O...
A Paróquia São José – Igreja Matriz de Ribeirão Pires informa a...
A Paróquia São José – Igreja Matriz de Ribeirão Pires informa a todos através de comunicado ( descrito nas imagens dessa postagem) do nosso Bispo Dom Pedro Carlos Cipollini, Bispo da Diocese de Santo André, que os superiores da Congregação dos Missionários Scalabrinianos, no fim...
Missa presidida pelo Bispo Dom Pedro é marcada por fé, devoção e...
Missa presidida pelo Bispo Dom Pedro é marcada por fé, devoção e tradição na região Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra Logo pela manhã, se teve o início com a missa solene, no qual o Bispo da Diocese de Santo André, Dom Pedro Carlos...
Hoje queremos lembrar e celebrar a vida de São João Batista Scalabrini,...
Hoje queremos lembrar e celebrar a vida de São João Batista Scalabrini, o fundador da Congregação dos Missionários de São Carlos, também conhecidos como Scalabrinianos. Nasceu em Fino Mornasco, Itália, em 8 de julho de 1839. Desde jovem, sentia em seu coração o desejo de...
Neste sábado e domingo passado, dias 20 e 21 de maio, a...
Neste sábado e domingo passado, dias 20 e 21 de maio, a Diocese de Santo André, através da Pastoral do Migrante promoveu a 6ª Festa das Nações, que nessa edição foi realizada na Paróquia São José no bairro Baeta Neves em São Bernardo do Campo....
A Diocese de Santo André, por meio do Vicariato Episcopal para a...
A Diocese de Santo André, por meio do Vicariato Episcopal para a Caridade Social, promoverá antes e durante a Solenidade de Corpus Christi, a campanha “Tapete Solidário”, que consistirá na arrecadação de agasalhos, cobertores e produtos de higiene pessoal para as famílias carentes das sete...
Nos dias 17 e 18 de março, aconteceu em nossa região Pastoral...
Nos dias 17 e 18 de março, aconteceu em nossa região Pastoral de Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra as 24h para o Senhor. Mantendo a comunhão com as dez regiões pastorais da Diocese de Santo André, o evento teve como marco inicial a...
Sabemos que a origem da palavra vocação é bem complexa, mas seria...
Sabemos que a origem da palavra vocação é bem complexa, mas seria correto dizer de forma simples claro, que vocação é algo que te chama. Para nós Cristãos, essa voz que chama a cada um de nós é algo divino, uma comunicação do Divino conosco....
No último dia 21 de Dezembro, comemoramos mais um ano da existência...
No último dia 21 de Dezembro, comemoramos mais um ano da existência de nossa Paróquia São José, são 111 anos de história e crescimento da comunidade na graça de Deus, com a intercessão da Virgem Maria e do nosso padroeiro São José. Recordando a história,...